Exercícios Físicos

Quais são os perigos da gordura abdominal? Descubra aqui!

quais-sao-os-perigos-da-gordura-abdominal-descubra-aqui.jpeg
Escrito por Academia Boa Forma

A gordura abdominal — a famosa “barriguinha” — é uma verdadeira vilã para o corpo humano. Infelizmente, os motivos que fazem com que ela seja tão prejudicial vão além da questão estética.

Para reduzi-la, os exercícios físicos são mais que indicados. Além deles, também é recomendado manter uma alimentação saudável na rotina.

Se você deseja saber quais são os perigos oferecidos por esse acúmulo localizado, continue lendo o post!

O que causa a gordura abdominal?

Quando um corpo engorda, a gordura é distribuída de acordo com as particularidades genéticas da pessoa. Ou seja, existem aqueles que engordam de modo mais uniforme e os indivíduos que têm uma maior propensão a acumular os lipídios de forma localizada.

Em um sentido geral, portanto, pode-se dizer que a obesidade e o sobrepeso são os grandes responsáveis por causá-la. Eles são decorrentes de um cotidiano sedentário e de maus hábitos alimentares.

Outros fatores, como o estresse, os hormônios e o exagero de refeições ricas em amido também contribuem especificamente para esse tipo de gordura.

Quais são os riscos da gordura abdominal?

Segundo o médico Fúlvio J. Barbato Júnior, cardiologista no Hospital e Maternidade São Cristóvão, em entrevista à revista Exame, “o acúmulo de gordura visceral é considerado um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares como o infarto do miocárdio e o AVC, porque o excesso de gorduras circulantes promovem o espessamento das artérias(…)”.

Levando isso em consideração, veja outros riscos bastante perigosos aos quais ela está associada:

  • diminuição de nível do bom colesterol;

  • resistência à insulina;

  • aumento dos níveis glicêmicos;

  • prejuízo para a formação de hormônios, vitaminas e substâncias essenciais;

  • elevação da viscosidade do sangue e o consequente aumento da hipertensão arterial;

  • entre outros.

É oportuno ressaltar que existem duas categorias de gordura abdominal: a subcutânea e a visceral. A primeira delas se localiza a frente dos músculos abdominais, ao passo que a outra fica entre as alças intestinais e órgãos internos. Ambas podem causar muitos males ao corpo, sendo que esta é ainda pior.

Como eliminar o excesso de gordura abdominal?

Antes de tudo, é recomendado tirar as medidas de sua barriga com uma fita métrica para saber como está sua situação. O ideal é que os homens não tenham mais de 102 cm e as mulheres, 88 cm.

Caso você exceda essas marcas, é melhor tomar algumas precauções:

  • faça exercícios físicos, até mesmo no frio;

  • controle a alimentação de perto;

  • experimente treinos HIIT;

  • dê mais atenção à qualidade do sono;

  • busque por esportes completos, como a natação;

  • mescle treinos aeróbicos aos anaeróbicos;

  • tenha uma rotina de atividades localizadas.

Lembre-se: estimule em seus filhos o apreço por uma rotina saudável desde cedo. Isso diminui significativamente a chance de vivenciarem os malefícios citados acima na vida adulta.

Ter hábitos saudáveis é uma questão de motivação. Busque por ajuda, se necessário, e fuja da gordura abdominal, pois ela oferece muitos perigos. Viver de modo mais saudável aumenta seu bem-estar e permite aproveitar melhor os bons momentos!

Se você gostou do texto e quer ficar por dentro de outras informações relevantes para o seu corpo, siga nossas redes sociais: Facebook, YouTube e Instagram.

Sobre o autor

Academia Boa Forma

Deixar comentário.

Share This
Navegação