Natação para crianças com autismo: conheça já os benefícios

Faz parte do senso comum que as atividades físicas são essenciais para todas as pessoas. Durante a infância ela pode ser ainda mais importante, já que pode trazer diversos benefícios para as crianças — principalmente para aquelas diagnosticadas dentro do espectro do autismo. Dentre as opções, a mais recomendada nesse sentido é a natação.

A seguir, vamos explicar quais são as vantagens da natação para crianças com autismo, entre outras informações importantes sobre o assunto. Continue a leitura para conferir! 

A relação entre autismo e afogamento

A expectativa de vida de pessoas com autismo é de 36 anos. Um número bem abaixo em comparação com o restante da população, que é por volta de 72 anos.

Um grupo de estudiosos da Universidade da Columbia, nos Estados Unidos, decidiram pesquisar o porquê dessa diferença de idade na expectativa de vida. Eles avaliaram dados dos Estados Unidos e descobriram que entre os anos de 1994 e 2014 morreram 1.367 pessoas diagnosticadas com autismo. Entre os motivos, o afogamento foi o terceiro da lista — quase 80% das mortes foram com crianças.

Uma possível razão para esse alto número é que pessoas diagnosticadas dentro do espectro autista se sentem mais confortáveis dentro d’água ou até submersas. Não se sabe ao certo o motivo, mas acredita-se que a hipersensibilidade tátil e auditiva diminui. 

Segundo o Dr. Guohua Li — que estava à frente do estudo — as crianças com autismo têm 160 vezes mais chances de morrer por afogamento em relação à população geral. 

Apesar dos números alarmantes e assustadores, esse quadro pode ser revertido com aulas de natação. Com isso, as crianças aprendem as técnicas da modalidade e as medidas de segurança e sobrevivência na água. Isso diminui drasticamente as chances de afogamento, além das aulas levarem outros benefícios para os pequenos. 

Contudo, vale ressaltar que o fato da criança fazer aulas de natação não significa que ela está liberada da vigilância dos pais. É importante lembrar que, de maneira geral, as crianças não têm noção do perigo, e as portadoras de autismo, menos ainda. Por isso, é fundamental manter a atenção constante em locais com piscina, lagos e rios.

Os benefícios da natação para crianças com autismo

Ajuda na formação de vínculos afetivos

Uma das características do espectro autista é o comprometimento das interações sociais e comunicação, tanto verbal como não-verbal. Nas aulas, com um programa bem desenvolvido, a criança pode aprender a ter segurança e confiança no professor. 

Esse vínculo entre aluno e professor é importantíssimo para o seu desenvolvimento. A partir do momento que a criança nota e confia no profissional, ela consegue realizar as atividades propostas e, com o tempo, evoluir as suas habilidades. 

Amplia as interações sociais 

Conforme explicamos, a interação social é comprometida em pessoas com autismo. Contudo, em uma aula feita em grupo, a criança passa a interagir com outras pessoas. É claro que isso não ocorre imediatamente, mas depois de um certo período é possível que ela crie novas amizades. 

Além disso, o professor pode estimular o contato olho no olho, que melhora a relação da criança com outras pessoas, incluindo os seus pais. Dessa forma, elas passam a fazer mais contato visual, favorecendo ainda mais a interação. 

Melhora a coordenação

Uma das dificuldades das pessoas com autismo é a coordenação motora. A prática de atividades físicas, principalmente a natação, ajuda a melhorá-la. Isso porque a água facilita o deslocamento e dá mais liberdade à criança. Assim, ela se sente mais confortável para movimentar-se mais.

Colabora com o desenvolvimento motor

Como dito, ao melhorar a coordenação, a criança passa a se movimentar mais. Com isso, aliada à nova atividade, ela aumenta o seu repertório motor — conjunto de habilidades e capacidades motoras do indivíduo.

Desse modo, quando percebe que é capaz de se movimentar melhor e de realizar novas tarefas, tende a se sentir mais confiante para explorar novos movimentos. 

crianca-com-sindrome-de-down-nadando (7)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Melhora o tônus muscular

O tônus muscular é a tensão que os músculos mantêm mesmo em estado de repouso. É como se a musculatura estivesse sempre preparada para iniciar o movimento. Está relacionado também a força. Assim, quanto maior a força, maior o tônus!

A resistência da água, os movimentos e redemoinhos criados são alguns dos estímulos que a criança precisa vencer na piscina. Isso desenvolve a musculatura, aumentando sua força e, por consequência, melhorando o tônus muscular.

Ter mais força é importante para a qualidade de vida, pois garante mais liberdade de movimentos, equilíbrio e independência para realizar outras tarefas.

Aumenta a independência 

Devido às limitações de comunicação e interação social, as pessoas diagnosticadas com autismo podem ser mais dependentes. Contudo, existem diferentes graus da síndrome e, por isso, o nível pode variar do mais leve, ou seja, pouco dependente, ao severo, para pessoas muito dependentes.

Estimular a independência é muito importante para as pessoas com autismo. Afinal, uma das maiores preocupações dos pais é se os filhos conseguirão se virar sozinhos no futuro. Dessa forma, a prática de um esporte é essencial, sendo a natação uma excelente alternativa!melhor época para começar 

Quanto mais rápido a criança puder começar, melhor e, portanto, não há uma restrição de idade ou idade mínima.

Muitos médicos e outros profissionais da saúde, como fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, recomendam a prática de atividade física — principalmente a natação — desde cedo.

Os exercícios ajudam no desenvolvimento da criança e evita possíveis atrasos na coordenação motora. Porém, antes de colocar seu filho na escola de natação, é importante conversar com o pediatra para ter a sua liberação. 

Como podemos ver, a natação é um esporte extremamente benéfico para as crianças diagnosticadas com espectro autista. Além da questão da segurança e prevenção de acidentes, ela traz diversos outros benefícios que auxiliam no seu desenvolvimento.

Sendo assim, ao procurar um local que ofereça natação para crianças com autismo, busque por aqueles que contem com uma equipe técnica qualificada, experiente e uma estrutura adequada.

Se você é da região de Osasco e está procurando um local de natação para crianças com autismo, entre em contato com a gente. Estamos prontos para receber você e a sua família!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This