Natação

É verdade que a natação infantil ajuda a combater o medo de água?

19059661_680655512127455_1286075798496996933_n
Escrito por Academia Boa Forma

Algumas crianças são como gato: não chegam nem perto de água. É claro que isso não quer dizer que elas detestam tomar banho, muito pelo contrário. Estamos falando do medo que elas têm em relação à piscina ou ao mar. Embora grande parte das crianças se divirta nesses ambientes, deixando os pais alertas a todo instante, outras chegam até a fazer escândalos para não entrarem na água. Se seu filho demonstra essas características, queremos apresentar a natação infantil como meio para superar esse medo e trazer outras dicas para resolver o problema.

Medo de água entre crianças: possíveis causas

Geralmente, o que ocorre é que a criança (ou bebê) pode não estar acostumada com a piscina ou o mar. Para muitos, aliás, pode ser a primeira vez que estão indo ao clube com a família ou fazendo uma viagem ao litoral. Assim, quando se veem diante de água em abundância, ficam assustadas.

Se a confiança que a criança tem no adulto estiver prejudicada, o medo pode se acentuar ainda mais. Muitos pais têm pouco jeito com os pequenos e tentam insistentemente que a criança entre na água, mesmo que ela demonstre desinteresse ou repudie a ideia.

E aí, o que poderiam ser as melhores férias da família se transforma numa ruína de dias não aproveitados. Para desfrutar de bons momentos com a família na piscina ou no mar, veja a seguir como a natação infantil pode auxiliar para que seu filho perca o medo de água.

Natação infantil como meio para superação do medo de água

A verdade é que, se seu filho não tiver estímulos desde cedo, mais tarde ele não conseguirá superar o medo de água. Por isso, é importante que você o matricule numa escola de natação infantil para que ele se desenvolva no meio aquático.

Além de ajudar a perder o medo de água, a natação infantil também estimula todos os músculos do corpo, contribuindo, assim, para o desenvolvimento saudável das crianças. Tendo em vista que a obesidade infantil é um problema que vem crescendo, a natação infantil também pode ser uma alternativa que contribuirá para combater esse mal.

Agora que você já viu que a natação infantil pode ser um meio para levar seu filho a perder o medo de água, veja essas dicas rápidas que também podem ajudar.

Dicas rápidas para lidar com o medo de água

Veja como você pode contribuir para que seu filho aproveite melhor o mar ou a piscina.

Vá devagar

Se seu filho está com medo da água, não o pressione a entrar. Deixe-o à vontade. A hora é dele, e quanto mais você o pressionar, mais acentuará o seu medo.

Comece com as mãos e os pés

Familiarize a criança, primeiramente, deixando que ela toque a água com as mãos e, em seguida, com os pés. Depois, sente-se à beira da piscina com ela e brinque de bater os pés na água. Dessa forma você perceberá que, aos poucos, seu filho começará a se divertir.

Fique sempre no campo de visão da criança

A presença de um adulto é muito importante para que seu filho ganhe confiança aos poucos. Fique sempre por perto e interaja o máximo possível com ele.

O que achou do nosso post sobre natação infantil no combate ao medo de água? Gostou? Se você se interessou pelo conteúdo e quer matricular seu filho nas aulas de natação, acesse o site da Boa Forma Academia e tenha mais informações.

Sobre o autor

Academia Boa Forma

Deixar comentário.

Share This
Navegação