Alimentação

Dieta cetogênica: o que é e como funciona?

dieta-cetogenica-o-que-e-e-como-funciona.jpeg
Escrito por Academia Boa Forma

As dietas com baixo teor de carboidratos ou low carb vem sendo cada vez mais utilizadas por quem quer emagrecer e manter uma alimentação saudável. Atualmente, com vários adeptos no mundo inteiro, a dieta cetogênica é uma delas. Antigamente utilizada apenas para o tratamento da epilepsia, hoje ela vem sendo amplamente difundida para perda de peso.

Neste texto você vai encontrar os pontos principais sobre a dieta cetogênica, em que ela se baseia e como funciona. Acompanhe.

O que é dieta cetogênica?

A dieta cetogênica, apesar do nome incomum, é extremamente simples. Ela tem essa denominação porque utiliza as gorduras no lugar dos açúcares, levando o corpo a um estado de cetose. O organismo, na ausência da glicose, transforma as gorduras em energia, tendo como produto dessa reação os corpos cetônicos.

De modo geral, a dieta consiste em reduzida ingestão de carboidratos e açúcares e consumo de porções moderadas de proteína. Ela é basicamente composta pela ingestão de gorduras boas, como o azeite e o abacate, por exemplo.

Assim, o corpo vai gastar mais energia para metabolizar as gorduras em combustível, tendo o emagrecimento como resultado. Uma das coisas mais legais desse tipo de dieta é que você vai emagrecer se sentindo saciado, sem passar fome.

Quais alimentos são proibidos?

A lista de alimentos proibidos é longa, dentre eles os mais comuns são: arroz, pão, farinha de trigo, batata, açúcar, pizza, doces, ervilha, torradas, leite, grão de bico, aveia, bolos, chocolate, soja e adoçantes.

Quais são os alimentos permitidos?

Os principais alimentos permitidos são: carne, peixe, ovos, azeite, legumes, verduras, amendoim, sementes, manteiga, embutidos, queijos e maionese.

Quais são as regras básicas para montagem da dieta?

Uma das regras básicas para montagem da dieta cetogênica é a proporção de ingestão dos macronutrientes (proteínas, carboidratos e gorduras). O consumo dos carboidratos não pode exceder 5% a 10% das calorias diárias. Já as proteínas devem representar de 20% a 30% e as gorduras devem ser majoritárias representando 65% a 75% do consumo diário de calorias. Em algumas pessoas essa porcentagem pode ser ainda maior.

A dieta preferencialmente é realizada em ciclos, e geralmente não deve ser mantida por mais do que algumas semanas. É de extrema importância lembrar que os carboidratos também são importantes para nossa nutrição e não devem ser cortados para sempre da nossa dieta.

Outro ponto importante é sempre reavaliar seus resultados e bem-estar, fazendo sempre as alterações necessárias.

Existe alguma contraindicação à dieta cetogênica?

Sim, esse tipo de dieta não deve ser utilizado por pessoas que fazem uso de cortisona, tem doenças cardiovasculares, que já sofreram um AVC, que tem insuficiência hepática ou renal e maiores de 65 anos.

Para sua utilização, essas pessoas devem procurar atendimento de um médico, para que ele faça uma avaliação e libere a dieta.

Nunca esqueça que a prática de atividade física tem que estar aliada a uma alimentação saudável, para não só manter as medidas, mas viver com saúde e bem-estar. É importante salientar também que a consulta ao nutricionista é indispensável ao programar sua reeducação alimentar por meio de uma dieta cetogênica. Afinal, ele é o profissional responsável na área da nutrição e vai saber como adequar a dieta às suas necessidades e estilo de vida.

E aí, gostou deste artigo? Quer se manter informado sobre dietas e obter outras informações sobre esse assunto? Então, assine nossa newsletter e não perca nenhum dos nossos conteúdos.

Sobre o autor

Academia Boa Forma

Deixar comentário.

Share This
Navegação