Natação

Como trabalhar resistência cardiorrespiratória na natação? Confira!

como-trabalhar-resistencia-cardiorrespiratoria-na-natacao-confira.jpeg
Escrito por Academia Boa Forma

Que a natação é uma prática esportiva cheia de benefícios, a gente já sabe. Ela é uma excelente atividade aeróbica, que ajuda na redução do peso e na tonificação muscular, e não causa impacto nas articulações.

E por envolver força, resistência e velocidade, a natação aumenta a capacidade do sistema cardiorrespiratório. Isso nos permite realizar uma atividade por um longo período sem nos cansar, e principalmente, também ajuda na prevenção de doenças.  

Sabia que existem algumas estratégias para aumentar a resistência cardiorrespiratória? Continue a leitura e saiba quais são!

1. Aperfeiçoe sua técnica

Exercitar-se com intensidade é importante para aumentar resistência cardiorrespiratória. Porém, para treinar de forma intensa é preciso ter uma técnica de nado eficiente. Afinal, como a água é mais resistente que o ar, um movimento errado pode dificultar para atingir uma boa velocidade.

É importante ter em mente que uma técnica pode ser boa para uma pessoa, mas pode não ser a indicada para você. É preciso conhecer o seu corpo e respeitar o seu limite, além de ter o acompanhamento de um bom professor.

Mas é claro que existem técnicas na natação que podem ser consideradas universais como manter o cotovelo mais alto do que as mãos, independente do estilo da braçada, e manter o corpo alinhado para diminuir a resistência da água.

2. Treine com frequência

O único modo de desenvolver uma habilidade e o condicionamento físico é com a prática constante. Por isso, é recomendado exercita-se pelo menos três vezes por semana para que o corpo possa se adaptar à modalidade.

Para iniciantes que estão com baixo condicionamento físico, o indicado é fazer treinamentos de baixa intensidade e de longa duração. A respiração é fundamental desde o início da prática da natação, pois ajuda a manter o ritmo e, consequentemente, aumenta a resistência cardiorrespiratória. Por isso, treine bastante a respiração e, para ajudar a manter um ritmo constante, conte as suas braçadas.

Conforme o corpo vá se adaptando à prática, o treinamento de alta intensidade e curta duração é indicado para melhorar a resistência cardiorrespiratória. Uma boa dica é fazer treinamentos intervalados, ou seja, faça intervalo com exercícios de baixa intensidade após realizar o de grande intensidade. Isso ajuda o seu corpo a se recuperar após um grande esforço físico.

3. Pense na possibilidade de usar nadadeiras

O uso das nadadeiras sempre foi um assunto discutido na natação. O fato é que ela melhora a flexibilidade dos tornozelos e, consequentemente, das pernadas. A nadadeira também ajuda a aumentar a resistência cardiorrespiratória. Isso porque a perna fica alongada, e os músculos precisam fazer mais força, aumentando a oxigenação pelo corpo.

4. Faça outras atividades físicas

Inclua outras atividades físicas na sua rotina para intercalar com a natação. Existem inúmeros exercícios que aumentam a resistência cardiorrespiratória como a corrida, que pode ser feita em qualquer lugar.

Também há outros exercícios na piscina como hidroginástica ou corrida na água, que podem ser uma opção. Eles permitem que você conheça melhor os seus movimentos na água, e ajudam a ganhar mais força e equilíbrio, itens que são importantes para a prática da natação.  

Ter uma boa resistência cardiorrespiratória é importante para aumentar a vitalidade e a qualidade de vida, e a natação é uma boa atividade para alcançar esses resultados. Gostou do artigo? Então compartilhe-o nas suas redes sociais para que seus amigos também tenham acesso a essas informações!

Sobre o autor

Academia Boa Forma

Deixar comentário.

Share This
Navegação