Natação

Como evitar câimbras na natação e como proceder se tiver uma?

como-evitar-caimbras-na-natacao-e-como-proceder-se-tiver-uma.jpeg
Escrito por Academia Boa Forma

Quem nunca foi pego de surpresa por uma câimbra? Ela é bem dolorosa quando estamos em repouso, mas é ainda pior quando aparece no meio de uma atividade física.

É muito comum o aparecimento de câimbras durante práticas esportivas, principalmente na natação, atividade que necessita de esforço dos membros inferiores — área onde acontece com mais frequência. A câimbra nada mais é do que a contração involuntária de um músculo.

Você sabe como evitar câimbras ou o que fazer quando elas aparecem? Então continue a leitura até o fim e aprenda alguns procedimentos que podem ajudar a diminuir essa dor.

As causas da câimbra

A câimbra ocorre por um conjunto de fatores. O principal deles é a perda de líquido pelo suor, incluindo alguns minerais como sódio e potássio. O sangue se torna mais concentrado, e há uma diminuição nos fluidos corporais. Tudo isso afeta as reações químicas das células musculares, causando a câimbra.

Outro fator que influência o surgimento da câimbra é o metabolismo. Isso porque, durante a atividade física intensa, a ação metabólica libera substâncias como a amônia e ácido lático, que são tóxicos para o músculo, e afetam as fibras musculares.

A temperatura do ambiente também influência, principalmente na natação, por conta da água gelada que contrai os vasos sanguíneos e diminui o fluxo de sangue para os músculos. O calor excessivo também pode ocasionar a câimbra.

Além disso, fatores como gravidez, insuficiência renal, alcoolismo, problemas no metabolismo também estão relacionados a ocorrência de câimbras. 

Como evitar câimbras

O primeiro passo para evitar as câimbras é manter uma boa ingestão de líquidos durante o seu dia, e ingerir alimentos que contenham potássio, sódio, cálcio e fósforo. Sempre se alimente, pelo menos, duas horas antes do treino da natação para que o músculo obtenha energia necessária para as atividades.

Também é importante molhar a corpo para se adaptar a temperatura da água antes de entrar na piscina. E se durante a atividade surgir o cansaço ou fome, é sinal de que está na hora de parar.

Fazer aquecimento e alongamentos nas áreas onde surgem as câimbras é essencial antes e depois da atividade física. O alongamento é importante até em dias que não for se exercitar. Além disso, evite ficar muito tempo na mesma posição. Se passar o dia sentado no trabalho, por exemplo, procure mexer as pernas e os pés, isso estimula a circulação sanguínea e evita as câimbras. 

O que fazer quando surgir a câimbra

Sabemos que as câimbras são incomodas, mas a câimbra durante a natação, além de ser dolorida, é perigosa. Afinal, há o risco de se afogar com a contração involuntária do músculo e a dor. Por isso, o ideal é nadar em companhia de outras pessoas, principalmente na natação em águas abertas.

Se a câimbra surgir, mantenha a calma e avise seus colegas para que eles possam te ajudar. Alongue o músculo com câimbra na direção contrária. Por exemplo, se a câimbra for na panturrilha, é necessário puxar a ponta do pé na direção do joelho para aliviar a dor. Faça o movimento até a dor diminuir, depois saia da piscina e massageie o local da câimbra até as contrações passarem.

Não é recomendado voltar a nadar depois de uma câimbra, pois ela pode voltar. Secar o corpo e mantê-lo aquecido é importante para a recuperação da câimbra. 

Você verá uma melhora significativa colocando essas dicas sobre como evitar câimbras em prática. Mas se você continuar tendo câimbra persistente no mesmo local, é importante se consultar com um médico para verificar se não há uma inflamação ou contusão na área.

E aí, gostou do artigo? Quer ter mais dicas sobre práticas esportivas? Então continue com a gente e acesse nosso artigo sobre dicas para nadar no mar aberto em segurança!

Sobre o autor

Academia Boa Forma

Deixar comentário.

Share This
Navegação