Natação

Cabelo e natação: conheça 5 cuidados para proteger as madeixas

cabelo-e-natacao-conheca-5-cuidados-para-proteger-as-madeixas.jpeg
Escrito por Academia Boa Forma

Fazer natação traz uma série de benefícios para a sua saúde, porém o cloro pode acabar com o seu cabelo, deixando os fios ressecados e quebradiços. Mas, antes de pensar em abandonar a piscina, saiba que, com alguns cuidados, você pode manter a saúde das madeixas.

Inimigo número um das mulheres que praticam esportes aquáticos, o cloro é um elemento utilizado como tratamento de água para piscinas devido ao seu poder de desinfecção. Ele remove os óleos naturais que protegem o couro cabeludo e o cabelo, ocasionando uma série de problemas:

  • reduz o brilho natural das madeixas;
  • favorece o surgimento de pontas duplas;
  • deixa o cabelo mais crespo e danificado;
  • provoca o enfraquecimento dos fios, tornando-os quebradiços e favorecendo a queda;
  • com o tempo, o cabelo fica esverdeado, mesmo os cabelos escuros ou tingidos.

Quer descobrir como cabelo e natação pode ser uma combinação de sucesso? Continue lendo este post, que traz os cinco cuidados que você precisa ter antes de mergulhar de cabeça nesse esporte.

1. Molhe os cabelos antes de entrar na piscina

Uma ducha rápida pode ajudar a evitar os danos causados pelo cloro, uma vez que os fios já estarão saturados de água, diminuindo, assim, a absorção da substância.

Se a ducha for fria, melhor ainda, pois o choque térmico trará mais brilho para o cabelo. Borrifar água termal por todo o comprimento das madeixas também é uma ótima opção.

2. Aplique um leave-in ou reparador de pontas

Antes de colocar a touca, o ideal é aplicar quantidade generosa de um reparador de pontas ou leave-in, que cria uma barreira protetora, evitando que os fios ressequem.

Atualmente, você encontra produtos adequados para serem utilizados dentro da piscina. Dê preferência a eles.

3. Esqueça as toucas de látex

Embora sejam mais baratas, as toucas de látex causam mais atrito nos cabelos, favorecendo a quebra dos fios. Para evitar esse problema, o ideal é primeiro prender o cabelo em um coque soltinho. Depois, coloque uma touca de lycra, que diminuirá esse atrito. Finalize colocando uma touca de silicone.

Embora pareça exagero, utilizando duas tocas diferentes você garante madeixas mais protegidas.

4. Não deixe o cloro agir

É indispensável lavar os cabelos após o contato com o cloro para diminuir os seus danos. Utilizar um xampu antirresíduos pode ser uma boa opção para quem não tem químicas capilares. Caso contrário, pode-se optar por um xampu com silicone, que criará uma película protetora nos fios.

Não deixe de utilizar o condicionador. Ele é importante para fechar as cutículas dos fios, reduzindo o frizz causado pela eletricidade estática.

5. Realize hidratação com frequência

A hidratação é essencial para repor os nutrientes perdidos. Por isso, manter o cabelo hidratado é a palavra de ordem para quem deseja mantê-lo saudável e bonito. Procure produtos à base de queratina que auxiliam na recomposição das cutículas capilares.

Cuidado com o excesso de produtos, o que pode pesar nas madeixas, tirando o balanço e o movimento natural do cabelo.

Agora, você não tem mais desculpas para aliar cabelo e natação. Com esses simples cuidados, vai poder desfilar por aí corpo e madeixas saudáveis.

Mas, se quiser acabar de vez com os problemas causados pelo cloro, uma dica é procurar clubes ou academias que utilizem métodos alternativos de higienização das piscinas.

Descubra as vantagens das piscinas salinizadas e jogue-se no seu esporte favorito sem ter que arrancar os fios de cabelo.

Sobre o autor

Academia Boa Forma

Deixar comentário.

Share This
Navegação