4 dicas para acertar na dieta para hipertrofia muscular

Os músculos exercem várias funções em nosso corpo, como os nossos movimentos, a força, a estabilidade para nos mantermos em pé, a produção de calor, entre outros. Quando bem trabalhados, realçam a nossa estética, elevam a autoestima e o bem-estar. Para mantermos esses tecidos definidos e aparentes, precisamos de exercícios físicos e de dieta para hipertrofia muscular.

Neste artigo, abordaremos 4 dicas para você obter uma alimentação saudável. Com isso, desenvolverá e manterá os seus músculos sadios e vigorosos. Acompanhe.

O que é hipertrofia muscular?

A hipertrofia muscular é o aumento do volume dos músculos em resposta aos estímulos gerados pelos exercícios e trabalhos com pesos. Trata-se da reação do tecido muscular reagindo para absorver essa nova carga a que foi submetido. As fibras musculares sofrem microlesões.

Alguns fatores influenciam a hipertrofia muscular e o desenvolvimento dos músculos. Conheça os principais:

  • genética;
  • gênero;
  • treinamento;
  • dieta.

Certos indivíduos nascem com uma maior facilidade de adquirir músculos beneficiados pela genética. Os homens, pela maior quantidade de testosterona, desenvolvem a musculatura mais rápido que as mulheres. O treinamento montado por profissionais, se executado corretamente, fornece os estímulos necessários para o aumento do tecido muscular. No entanto, todos esses fatores dependem da correta alimentação do atleta.

Qual é a dieta ideal para hipertrofia muscular?

A qualidade e a forma como nos alimentamos são essenciais para atingirmos os objetivos com o nosso corpo. Para hipertrofiar os músculos, existem algumas dicas, inclusive, utilizadas até por atletas profissionais.

1. Fracionamento de refeições

O fracionamento das refeições é recomendado para evitar que o seu organismo faça a reserva dos nutrientes, transformando-os em gordura. Alimentando-se várias vezes ao dia, o seu metabolismo fica acelerado, pois a digestão, assim como os exercícios físicos, provoca esse processo químico que transforma alimento em energia e mantém as suas funções vitais.

2. Tipos de alimentos

Todos os alimentos recomendados na pirâmide alimentar devem ser ingeridos na sua dieta para hipertrofia muscular. Um plano alimentar correto fornecerá todos os macronutrientes necessários para você atingir os seus objetivos. Evite dietas restritivas.

3. A relação com a proteína

Para o organismo curar as microlesões do tecido muscular provocadas pelos exercícios, ele precisa de aminoácidos. Essas moléculas orgânicas podem ser obtidas por meio da ingestão das proteínas presentes nos alimentos. Por isso, elas são indicadas e essenciais para aqueles que buscam a hipertrofia muscular.

4. Escolhas certas pré e pós-treino

A alimentação de pré-treino deve ser aquela considerada cerca de duas horas antes dos exercícios. Isso porque, se você se alimentar muito próximo ao treinamento, poderá prejudicá-lo e sentir desconforto, pois o seu organismo precisa de tempo para terminar o processo de digestão. Opte pelos carboidratos, batata-doce e pão integral. Quanto às proteínas, prefira as carnes magras e o queijo branco.

Após o treinamento, você poderá repor as energias com ingestão de carboidratos. Do contrário que muitos pensam, não engordará, pois o seu metabolismo, durante certo período, ainda estará acelerado, e o organismo não fará a reserva desses nutrientes, convertendo-os em gordura.

Como montar uma dieta para hipertrofia muscular?

A dieta ideal de hipertrofia deve considerar os fatores citados no início do artigo, além de peso, altura, idade e disponibilidade de tempo para treino e alimentação. Para obter sucesso no aumento do volume de seus músculos, você deve buscar ajuda profissional, por meio de exames que definirão o seu plano alimentar individual. Evite palpites de curiosos.

Assim, para conseguir os benefícios de um corpo saudável com músculos definidos, é necessária a prática de exercícios com pesos aliada a uma dieta para hipertrofia muscular bem elaborada. De nada adianta horas de academia se você não se alimentar corretamente ou, até mesmo, saltar refeições. Afinal de contas, saco vazio não pára em pé, não é verdade?

Então, agora que já sabe quais são os alimentos ideais para auxiliar na hipertrofia muscular, continue com a gente e saiba como a natação ajuda no desenvolvimento muscular. Até breve!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

    Post writing is also a fun, if you know then you can write otherwise it is complex to write.

    We’re a group of volunteers and opening a brand
    new scheme in our community. Your web site provided us with helpful info to
    work on. You’ve done a formidable task and our whole
    community will probably be grateful to you.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This